Sci Crowdfunding - Rede de Ciência Colaborativa

Sci Crowdfunding é uma ferramenta para financiamento de projetos científicos ou sociais relacionados à área da saúde.

Veja como funciona:

  • Qualquer pessoa pode submeter um projeto com a intenção de levantar fundos
  • A arrecadação funciona na forma de uma campanha promovida pelo autor do projeto
  • As contribuições são arrecadadas por meio da página do projeto no Portal Prática Clínica
  • Finalizada a campanha de arrecadação, o autor recebe o valor arrecadado
  • O Grupo Prática Clínica (GPC) retém apenas 15% como taxa de administração
  • Ao final da campanha o autor recebe a relação de contribuintes e os respectivos valores
  • Autor emite Nota Fiscal (NF) e recolher o IR sobre as contribuições (consulte seu contador)
  • O Grupo Prática Clínica emite NF para o autor referente ao serviço de administração
  • O imposto retido pelo (GPC) para arrecadação acima de R$ 666.66 é de 1,5%
  • Benefícios em retribuição à contribuição devem ser providenciados pelo autor da campanha. Você pode usar nossa plataforma para desenvolver um minicurso no formato Educação à Distância (EaD) sobre um tema da sua expertise para ser oferecido como retribuição aos seus colaboradores

 Veja como fazer:

Sabe aquele projeto de pesquisa...

... do seu mestrado, doutorado ou mesmo um artigo independente que poderia se tranformar num estudo acadêmico ou patenteável, mas que esbarra na dificuldade de financiamento? Agora você tem uma rede de suporte para fianciá-lo, assessorá-lo, patenteá-lo e publicá-loSci crowdfunding é uma rede de ciência colaborativa que permite viabilizar seu projeto. O grande diferencial desta proposta é que, além de oferecer um sistema online de suporte para financiamento colaborativo, o Grupo Prática Clínica disponibiliza assessores especializados para ajudar o pesquisador no aspecto metodológico (elaboração de projetos de pesquisa) e bioético (aprovação em Comitês de Ética em Pesquisa e patenteamento), além de viabilizar a publicação dos resultados do estudo na Revista Prática Clínica Baseada em Evidências (RPCBE). Isto reduz o risco de insucesso dos projetos e aumenta o engajamento das pessoas que o apoiam.

Para pesquisadores


Como funciona do sistema de financiamento colaborativo?

O sistema de financiamento funciona numa condição de flexível. Significa que todos os projetos de pesquisa submetidos receberão o valor arrecadado no cronograma previsto. Porque atuamos deste modo? O desenvolvimento de pesquisas ou projetos sociais pode se  beneficiar sobre qualquer valor arrecadado, pois as linhas de investigação são perenes não necessariamente finalizando em um tempo estipulado, pois o novo conhecimento sempre irpa incitar novas questões a serem respondidas pela ciência.

Quem pode submeter projetos para financiamento e assessoria?

Qualquer pesquisador pode submeter um projeto, o mesmo se aplica a pessoas que desejem desenvolver projetos sociais ou mesmo arrecadar fundos para tratamentos de saúde. Para submeter um projeto não há necessidade de estar vinculado a uma universidade. Queremos dar suporte aos projetos de todos aqueles que tem boas idéias.

  • Pesquisadores internacionais - no momento a plataforma suporta apenas projetos de pesquisadores brasileiros, porém, uma boa notícia, estamos trabalhando para ampliar nosso ambiente virtual para outros países;
  • Companhias privadas - a plataforma aceita projetos da indústria se estes apresentarem interesse científico e social além do exclusivamente comercial. Nestes casos os pesquisadores não poderão apresentar conflito de interesses e os dados deverão se tornar públicos;
  • Instituições de ensino - instituições de ensino podem fazer parceira com o Grupo Prática Clínica para incluir nos módulos de metodologia científica das pós-graduações, assessoria profissional em pesquisa e jurídico-bioética, além de acesso a Revista Prática Clínica Baseada em Evidências. A produção científica do curso ganha qualidade, credibilidade e publicidade.

 É preciso pagar para submeter um projeto?

A submissão do projeto de pesquisa é gratuíta. O Grupo Prática Clínica retém os valores referentes ao IR e taxa de administração sobre o montante arrecadado pelos projetos bem sucedidos. Os recursos arrecadados são utilizados para pagamento de taxas do cartão de crédito, impostos e reinvestimento em projetos sociais, assessorias e bolsas científicas. No caso do projeto não atingir seu objetivo, nada é cobrado do pesquisador.

Quais são os critérios aplicados para avaliação dos projetos?

Nossa equipe de especialistas avalia os projetos com base nos seguites critérios: 

  • Problema - o projeto deve responder a uma questão científica (questões científicas são aquelas que podem ser respondidas por meio da experimentação ou da descrição do fenômeno, diferente dos problemas filosóficos, teológicos ou de perguntas "como fazer"), ou ter fundo social;
  • Capacitação - o projeto proposto deve estar consoante com as capacidades do pesquisador (neste sentido, titulação e experiência serão avaliados. É necessário que o proponente disponibilize seu currículo atualizado na Plataforma Lattes). No caso de projetos sociais, o proponente deve estar apto a desenvolver uma campanha de arrecadação de fundos;
  • Delineamento - o desenho da pesquisa deve estar adequado para responder ao problema de pesquisa. No caso dos projetos sociais, deve haver viabilidade para atingir o objetivo proposto;
  • Justificativa - o projeto deve apresentar um motivo social, técnico ou científico que justifique seu desenvolvimento;
  • Objetivos - o resultado da pesquisa deve ser produtivo no sentido de melhorar a qualidade de saúde das pessoas. 

 Qual a política de propriedade intelectual sobre os projetos?

Os pesquisadores detêm 100% da propriedade intelectual sobre seus projetos, salvo se desejarem efetivar algum tipo de parceria. Em relação à divulgação dos dados da pesquisa, esta é uma boa prática para mostrar transparência aos seus doadores e colaboradores, entretanto entendemos que o conhecimento sensível (aquele que gera patentes), muitas vezes é uma propriedade que deve ser protegida. Deste modo a recomendação é que as informações publicadas sejam autorizadas pela equipe de pesquisa ou instituições nas quais o estudo está sendo desenvolvido. O nível de  publicidade dos dados é de responsabilidade do pesquisador.

 Para colaboradores


O que as pessoas ganham em colaborar com os projetos?

Acreditamos que todas as pessoas têm em seu círculo social familiares ou amigos que padecem de problemas de saúde. A Rede de Financiamento Colaborativo é uma grende oportunidade de ajudar quem precisa por meio da viabilização de estudos voltados ao desenvolvimento de novos medicamentos, modos de tratamento e tecnologias na área da saúde. O maior benefício para os doadores e colaboradores é social. A prevenção e tratamento de doenças, o aumento da qualidade de vida, o desenvolvimento de tecnologias para redução dos custos em saúde e a difusão do conhecimento científico são a resposta que nós gostariamos de proporcionar às pessoas com a sua ajuda. Considere que algumas vezes os resultados das pesquisas podem não corresponder às expectativas. Tudo bem, pois esta é a natureza da ciência, pois se o pesquisador soubesse exatamente o que esperar como resultado, então a investigação científica seria desnecessária e nada de novo seria descoberto. 

Os valores doados podem ser deduzidos do Imposto de Renda?

Os valores assumem aforma de contribuição, logo não são dedutíveis.

Se eu mudar de ideia, posso resgatar o valor doado?

Desculpe, infelizmente não. Todas as doações efetuadas passam a contabilizar taxas e impostos.

A contribuição pode ser anônima?

Sim, caso você não queira se identificar, seu anonimato poderá ser preservado. Verifique a proposta do projeto para saber se os nomes dos colaboradores serão divulgados.

Segurança


O Grupo Prática Clínica entende o quanto sua segurança e privacidade são importantes emprega esforços para proporcionar segurança aos seus dados pessoais e financeiros. As contribuções são realizadas por mei do sistema PagSeguro, de modo que não retemos seus dados. Caso você queira notificar ao administrador alguma questão de vulnerabilidade, por favor, nos contate por meio do praticaclinica@praticaclinica.com.br.

Como são processados os dados das transções financeiras?

Não registramos as informações sobre cartões de crétido em nosso servidor. Todas as informações financeiras são encriptadas e processadas pelo nosso provedor de serviços de pagamento seguro (PagSeguro).

Como posso ter segurança de que o projeto financiado será realizado?

  • Projetos falsos - para que um projeto seja aprovado este é analisado por nossa equipe de especialistas e os proponentes devem ter seu currículo cadastrado no portal do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). No caso de identificação de projetos falsos os responsáveis estarão sujeitos às normas legais vigentes;
  • Interrupção do projeto - No caso de interrupção do projeto sem justificativa plausível, os valores arrecadados são restituídos aos colaboradores;
  • Falhas no desenvolvimento - falhas no desenvolvimento das pesquisas são minimizadas por meio da assessoria metodológica disponibilizada aos pesquisadores.

Inicie Seu Projeto

Como Definir um Bom Projeto de Pesquisa

Bem vindo! Você está dando o primeiro passo para publicar seu projeto de pesquisa no portal Prática Clínica. Aqui você encontra uma série de orientações para que este seja aceito.

Solucione problemas clínicos ou sociais

Escolha temas de pesquisa que os resultados possam contribuir para a solução de problemas sociais, melhorar a eficiência de intervenções clínicas, o meio ambiente ou os processos de trabalho.

Um projeto deve ter objetivos claros

Defina objetivos claros para o seu projeto e descreva como pretende alcança-los. Este passo irá mostrar aos seus coalboradores que sua proposta é plausível e será possível de ser concretizada. 

Identifique as necessidades do seu projeto

Não existe problema em levantar fundos para remunerar seu trabalho, mas é preciso ser claro sobre o que você pretende alcançar em determinado período de tempo. . Estabeleça etapas a serem alcançadas e informe seus doadores como os fundos arrecadados serão aplicados para atingir cada meta e possibilitar avançar no desentolvimento das próximas fases. 

Defina etapas, não resultados

Estudos científicos não podem garantir resultados específicos, isto é importante para as expectativas dos seus doadores, entretanto é importante que seu estudo contribua com o levantamento e análise de dados que suportem a aceitação ou negação da hipótese de trabalho. Deste modo você estará contribuindo para o avanço do conhecimento sobre o tema proposto.

Informe seus colaboradores

Na plataforma Prática Clínica você está entregando uma experiência para seus colaboradores, e acredite, eles realmente se importam com o seu estudo. Por meio do portal Prática Clínica descreva de modo claro seu projeto.

 Como Levantar Fundos para seu Projeto

Considerando que cada projeto é diferente, então vamos dar a você algumas dicas para alcançar suas metas.

Determine seu orçamento

Quanto dinheiro você precisa e para que este montante sera utilizado? É apenas um complemento para continuidade de um projeto já existente? Você já possui acesso a outras fontes de financiamento? Seja transparente para com seus possíveis colaboradores sobre a finalidade da arrecadação, eles irão apreciar sua austeridade.

Estimule sua rede de contatos

Fundos podem ser levantados de várias fontes: amigos, família, colegas de trabalho, pacientes beneficiados pelos resultados da pesquisa, comunidade online e grupos sociais que se importam com o tema pesquisado. É seu trabalho fomentar a divulgação do projeto na sociedade e sua rede de relações, entretanto, caso precise de idéias, nossa equipe está sempre disponível para colaborar. Estime quantos colaboradores serão necessários para atingir seu objetivo, determinando uma media do valor de doação realística. Todo valor arrecadado além da sua meta também será transferido.

Prepare-se para trabalhar durante o tempo da campanha

Quanto tempo você pretende manter sua campanha de arrecadação em atividade? Na plataforma Prática Clínica uma campanha não deve exceder 90 dias, pois dados estatísticos sugerem que este é o período em que se alcança maior eficiência. Uma campanha de arrecadação de fundos não será bem sucedida se você não trabalhar, e isto não é tarefa fácil, exige empenho.  Assumindo um tempo de campanha curto você pode se dedicar de modo mais intenso às atividades de comunicação junto aos seus colaboradores potencias, aumentando as chances de atingir seu objetivo financeiro. 

Como construir sua página

Disponibilize tempo para construir a página de apresentação do seu projeto de pesquisa, detalhando as informações e justificativa da pesquisa. Caso seja necessário mudar ou adicionar informções, isto sera permitido em qualquer momento. Peça conselhos a outros pesquisadores e solicite à pessoas da comunidade para opinarem sobre ele, tenha certeza que seus possíveis doadores entenderam a importância e os benefícios que seu projeto pode proporcionar. 

Um título incrível

Recorde dos últimos artigos científicos que você leu, muitos deles  eram chatos e com títulos pouco atrativos correto? Voce precisa de um título simples, memorizável e criativo. Escreva um título curto (8 palavras ou menos) que deixe seus leitores curiosos para lerem mais.

Seu projeto em imagens

Uma imagem fala mais que mil palavras, e as pessoas adoram imagens. Insira uma imagem que represente seu projeto ou você como um pesquisador em ação (uma foto sua no laboratório ou junto às pessoas que sua pesquisa beneficiará). A imagem do seu projeto é  como os seus colaboradores potenciais irão vê-lo na homepage. A foto deve ser de 286 pixels x 160 pixels.

Seu currículo

Seus futuros colaboradores vão queres saber mais sobre você. Que experiência você tem para conduzir a pesquisa? Onde você se formou e em qual instituição fez sua pós-graduação? Você  é professor? Trabalha em algum laboretório?  O que faz de você uma pessoa qualificada para coordenar o projeto? Você tem artigos publicados em periódicos científicos? Seu currículo está cadastrado na Plataforma Lattes? Você tem livros publicados? Faça hiperlinks para suas apresentações, livros e artigos. Quem são seus colaboradores? Quem são os mentores que orientam seu trabalho?

Promova Seu Projeto de Pesquisa

Estas orientações tem por fim ajudá-lo nas ações de marketing para o levantamento de fundos para o seu projeto. Quanto mais atuante você for nesta fase, maior a chance do seu projeto prosperar. Lembre-se, levantar fundos é uma maratona, seja atuante e mantenha-se motivado.

Quem se identifica com o seu projeto?

Esta é a questão número um para iniciar seu plano de marketing. Todo projeto possui um grupo de colaboradores iniciais que se identificam de modo mais emotivo com o tema da sua pesquisa, estes apenas necessitam um estímulo para colaborar (por exemplo, pessoas que tiveram um membro da família acometido pela patologia pesquisada, outros pesquisadores que tem interesse nos resultados do seu estudo, colegas de laboratório e comunidade acadêmica). Depois que estas pessoas forem identificadas, o próximo passo é saber onde estas pessoas se encontram, quais locais frequentam? (grupos de apoio, hospitais, universidades, redes sociais, congressos). Isto é importante para você definir como irá alcança-las. Se você tem como objetivo divulgar o projeto entre seus colegas de trabalho ou num congresso, mas sabe que este público não costuma fazer doações, então pode solicitar que divulguem para seus pacientes e familiares, explicando os benefícios que a pesquisa pode trazer para a cura ou melhor qualidade de vida das pessoas.  

Como iniciar

Enviar mensagens pessoais (e-mail e redes sociais) para a sua rede de relação (familia, amigos, colegas de trabalho e pacientes) é o modo mais eficiente para iniciar o processo de divulgação. Estas pessoas já o conhecem e acreditam na sua capacidade e austeridade. O contato direto, pessoal ou via telefônica é muito importante, também estabelece uma relação pessoal e ainda pode ser usada para obter informações sobre qual impressão as pessoas estão tendo do seu projeto e da apresentação dele na webpage.  

Comunicação em massa

Jornal, radio, tv e redes sociais são meios de comunicação em massa, muitos deles possuem seções para divulgação gratuita para ações de cunho social. Uma boa ideia é entrar em contato com a imprensa da sua cidade e região para divulgar o seu projeto para uma larga audiência. O mesmo se aplica aos bloggers da sua área, eles estão sempre procurando notícias e boas histórias, solicite para que escrevam um artigo sobre os benefícios da sua pesquisa para a sociedade.

Divulgue sua campanha fora da internet

Organize um pequeno evento de lançamento do seu projeto para seu departamento, faculdade, hospital ou grupo social num bar ou cafeteria. Esta é uma maneira de trazer seus colegas de profissão e amigos para um encontro e causar um impacto pessoal. Não esqueça de disponibilizar um sistema online no local para que eles façam as doações durante o evento.

Canais de mídia social

Twitter - use uma conta pessoal do twitter para alcançar pessoas fora do seu campo de relacionamento e que possam ter interesse em colaborar com o seu projeto. Faça sua conta no Twitter o mais breve possível. Para os colaboradores que usam esta ferramenta, escreva um agradecimento público e mencione o endereço do twitter deles (twitter handle).

Facebook - facebook é uma importante ferramenta para alcançar seus amigos e comunidades interessadas para divulgar seu projeto. Você também pode criar um Grupo para o seu projeto. Comece gerando impacto cedo, informando quem são os apoiadores do seu projeto – faça deles parte importante neste processo.

Blogs - se você tem um blog, escreva um post para seus seguidores. De igual modo, procure escrever algo para ouros blogs científicos e se disponha a fazer uma entrevista sobre o assunto.

Solicite o Apoio da Sua Universidade

Todo departamento possui um cadastro de e-mails dos professores, alunos e pesquisadores; solicite a gentileza para que enviem uma mensagem sobre seu projeto. Outra boa ideia é pedir permissão para uma breve apresentação em salas de aulas, pós-gradiações e conferências em congressos.

Atualize sua pesquisa

Divulgar os resultados parciais da sua pesquisa é uma ação extremamente importante, pois seus colaboradores gostariam de sabe o que você ralmente está fazendo no seu laboratório, campo de pesquisa ou sala de aula.

Mantenha seus colaboradores informados

Ao final da campanha informe que você recebeu o dinheiro arrecadado. Além de atualizar seus colaboradores sobre as atividades de pesquisa, envie a eles informações sobre novos artigos e publicações a respeito do tema (provavelmente estarão interessados).